Emissão nota fiscal de produto

Automatize suas emissões de notas fiscais de produtos

Pare hoje de emitir nota fiscal na mão, emita nota fiscal automaticamente!

Cadastre seus produtos

Cadastre ou realize o UPLOAD dos seus produtos.

Cálculo automático de imposto

Cadastre quantas regras de imposto desejar, podendo ser uma regra para todos produtos ou por produto.

Integração simples e rápida

Utilize uma plataforma já integrada a NOTAFAST ou integre o seu sistema através da nossa API em Rest Service.

Emita nota fiscal

Você pode, emitir AUTOMATICAMENTE suas notas fiscais, via API ou manualmente em nosso gerenciador de notas fiscais.

Geração de GNRE para vendas interestaduais

Gere o GNRE direto em nossa plataforma ou por nossa API.

Controle completo

Veja rapidamente  o status dos envios em lote, cancelamentos e carta de correções e inutilizações.

Comunicação

Você pode escolher realizar o envio automático do XML e nota fiscal para o seu cliente.

Impressão de notas fiscais

Connect a NOTAFAST diretamente a sua impressora, para que a impressão ocorra automaticamente.

Guarda de notas

O Danfe e XML das notas fiscais estarão disponíveis por 6 meses após a emissão.

Gestão dos documentos

Plataforma Web para gestão dos documentos com filtros simples, compostos, por intervalo ou período.

Exportação massiva

Exporte massivamente as suas fiscais emitidas.

Para todos os estados brasileiros

Cobertura Nacional para emissão de NF-e.

Infraestrutura

Total segurança de acesso e informações em uma plataforma 100% na nuvem.

Dúvidas comuns

As dúvidas mais frequente na emissão de uma NF-e.

O que é a NF-e ?

A NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) é um documento digital que serve para formalizar a venda de produtos e serviços, seja no ambiente físico ou no digital. 

O que é DANFE ?

O DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) é uma representação gráfica da NF-e e é utilizado para acompanhar o trânsito da mercadoria até o destinatário.

Quem é obrigado a emitir NF-e ?

A obrigatoriedade de emissão de NF-e, em âmbito Nacional, está prevista para os contribuintes listados nos seguintes dispositivos legais:

Para os demais contribuintes, a estratégia de implantação nacional é que estes, voluntariamente e gradualmente, independente do porte, se interessem por ser emissores da Nota Fiscal Eletrônica.

A obrigatoriedade por atividade econômica (CNAE)  se aplica a todas as operações efetuadas em todos os estabelecimentos dos contribuintes referidos nos Protocolos de ICMS citados acima, ficando vedada a emissão de nota fiscal, modelo 1 ou 1-A.

No Protocolo ICMS 42/09 está prevista a obrigatoriedade para emissão de NF-e, aos contribuintes que,  independente da atividade econômica exercida, realizem as seguintes operações:

1) destinadas à Administração Pública direta ou indireta, inclusive empresa pública e sociedade de economia mista, de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;
2) com destinatário localizado em unidade da Federação diferente daquela do emitente;
3) de comércio exterior.

O que é um Certificado Digital ?

Certificado digital é um arquivo eletrônico que serve como identidade virtual para uma pessoa ou empresa, e por ele pode se fazer transações online com garantia de autenticidade e com toda proteção das informações trocadas.

 

Dessa forma, o órgão fiscalizador (Sefaz) vai verificar se as informações são corretas e verdadeiras. Existem dois tipos de certificado digital: o A1 e o A3.

 

O A1 é um arquivo digital instalado na máquina ou no seu emissor de NF-e, como é no NotaFast. Ele tem a validade de 1 ano.

 

Já o modelo A3 é um dispositivo físico (cartão) ou token (pen-drive), que tem validade de 1 ou 3 anos. Você sempre terá que estar com ele em mãos para acoplar ao seu computador.

O que é XML da NF-e ?

O que é arquivo XML de nota fiscal. O arquivo XML é a versão digital da nota fiscal propriamente dita, sendo o formato utilizado para registro das informações relativas à NF-e (a nota fiscal eletrônica), que é emitida quando da venda de um produto. Ele obedece a um padrão nacional de escrituração fiscal.

O que é Carta de Correção (CC-e) ?

O emitente poderá sanar erros em campos específicos da NF-e por meio de Carta de Correção Eletrônica – CC-e, devidamente autorizada mediante transmissão à Secretaria da Fazenda ou de Carta de Correção, em papel, desde que o erro não esteja relacionado com:

 

1 – as variáveis que determinam o valor do imposto tais como: base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade, valor da operação (para estes casos deverá ser utilizada NF-e Complementar);

2 – a correção de dados cadastrais que implique mudança do remetente ou do destinatário;

3 – a data de emissão da NF-e ou a data de saída da mercadoria.

Por quanto tempo a empresa deve armazenar o XML das notas fiscais ?

A legislação determina que o arquivo XML da NF-e precisa ser armazenado eletronicamente por cinco anos. Caso a empresa perca o arquivo XML, poderá arcar com multas por não apresenta-lo no momento da fiscalização.

Quais são as condições e prazos para o cancelamento de uma NF-e ?

Somente poderá ser cancelada uma NF-e cujo uso tenha sido previamente autorizado pelo Fisco (protocolo “Autorização de Uso”) e desde que não tenha ainda ocorrido o fato gerador, ou seja, ainda não tenha ocorrido a saída da mercadoria do estabelecimento.

 

Atualmente o prazo máximo para cancelamento de uma NF-e é de 168 horas (7 dias), contado a partir da autorização de uso. Conforme Ato COTEPE 35/10, este prazo será reduzido para 24 horas a partir de 1º/01/2012.